DIGNOW

dd25481f-20bb-4f62-8de5-5ff4a655050c

terça-feira, 27 de outubro de 2009

TEMPESTADE CEREBRAL

*
*
*

Penso às vezes
Sobre tudo o que não podemos.
Amores impossíveis,
Origem do pensamento,
Terra, ar e movimento.
Queria entender a origem da chuva,
A união de poucos elementos

Que criam o líquido
Vital.
Eu a olhar no espelho e não ver você.
Estando na escuridão de meu quarto,
Vendo sua forma como um espectro,
Alma umbralina, triste, errante e
Inerte no mar espiritual de ignorância
Que o Umbral proporciona.

Enquanto a chuva cai.
*
*
*

2 comentários:

shintoni disse...

K:
Passei para convidá-lo para o bate-papo no chat no Duelos Literários a ocorrer no dia 29/10, a partir das 20 horas.
É uma ótima oportunidade para os duelistas se conhecerem melhor, trocarem ideias literárias e afins ou apenas se divertirem!
NÃO PERCA!!!!
ABRAÇÃO!!!!

shintoni disse...

K:
Suas duas ótimas poesias já foram postadas no Tema do Mês do Duelos.
Valeu mesmo!
Sua Tempestade está ótima também!
Abração e ótimo final de semana!

MODALIDADES

KBÇÓIDES POÉTICOS