DIGNOW

dd25481f-20bb-4f62-8de5-5ff4a655050c

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Cuiabá 390 anos




Cidade verdejante

Terra em que o bispo poeta se inspirou

Para compor o hino dessa terra.

Na elite da caneta literária

Foi, e é um espetáculo.

O belo de suas casas

O centro antigo e histórico

Onde janelas de madeiras

Ainda contam causos e histórias

Que vinha dos becos Soprado pelo vento.

O cheiro de manga no ar Lembra o velho tupâ

Que corria no imaginário do pajé Payaguá.

O ouro que cobiçava os lusitanos...

Moreira Cabral sabia,

Que o índio tinha mais valor Que o vil metal,

Mas seus interesses eram obscuros.

Por que prear índio,

Se estamos em uma terra encantada?

O velho vulcão

Que destruiu o reino de Atlantis,

Empresta o forte calor

ao lugar,

Para o rio ser refrescante

E chama-lo de CUIABÁ.

Um comentário:

shintoni disse...

K:
A Maravilhas Banais ia postar ontem, mas não encontrei vídeo.
Vou continuar procurando. Assim que achar posto, ok? Se quiser enviar outa sugestão enquanto isso, é só falar!
Abração e ótima Páscoa!

MODALIDADES

KBÇÓIDES POÉTICOS